terça-feira, 19 de junho de 2012

Arrebatamento: Verdade sobre seus objetivos


           

          Arrebatamento: Verdade sobre seus objetivos

            As pessoas sempre encontram meios de justificar crenças de origem estranha, usando textos das Escrituras ou dos escritos Ketuvim Netsarim (NT), mal-interpretados ou distorcidos.



O arrebatamento da Congregação é uma verdade, mas com que objetivo? Levar os santos para uma morada ou um estágio no Céu? Vamos ao assunto, analisando os textos alusivos.


"Não quero, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais, como os demais, que não têm esperança. Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem Deus os tornará a trazer com ele. Dizemo-vos, pois, isto pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, não precederemos os que dormem. Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro; depois, nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor." 1 Ts 4:13-17


Ao toque da sétima e última trombeta, pelo sétimo anjo, destacamos alguns eventos, a saber:
  1. Ressurreição de todos os santos mortos
  2. Ajuntamento pelo arrebatamento dos santos
  3. Transformação dos santos vivos e arrebatamento destes
  4. Vinda de Yeshua com Seus anjos;
  5. Encontro nos ares, nas nuvens, com Yeshua.
  6. Recepção do Mashiach
  7. Retomada do Reino pelo Mashiach.
  8. Entronização do Mashiach em Jerusalém
  9. Início do Reino Milenar, os dias do Mashiach.
Shaul Há Shaliach (Paulo, apóstolo) falando aos coríntios deste tempo, afirma:
"Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados, num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados. Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade e que isto que é mortal se revista da imortalidade. E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então, cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória." 1 Coríntios 15:51-54
Apocalipse acrescenta: "E tocou o sétimo anjo a trombeta, e houve no céu grandes vozes, que diziam: Os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre." Apocalipse 11:15
Baseado nos itens acima, vemos que a vinda do Mashiach Yeshua se dará neste instante em que ocorrem a ressurreição dos justos e seu subsequente arrebatamento e ajuntamento nas nuvens, deitando por terra a idéia de que existem "duas" vindas, uma para um "rapto secreto" (aliás, que não será secreto, pois será mediante muito barulho) e outra, sete anos depois, para instaurar o reino milenar na Terra. Portanto, a instauração deste Reino na Terra é imediata e não depois de um suposto período de sete anos no Céu. O texto de 1 Tess é claro e fala em "Vinda de Jesus": "...os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor...".
Outro detalhe importante a ficar esclarecido é que não haverá a falada "grande tribulação", neste tempo, visto que esta já se cumpriu no ano 70 EC, quando da invasão do general Tito a Jerusalém. Na verdade, a única tribulação prevista para esta época é "a angústia de Jacó", (Jr 30:7) pois a cidade santa estará sendo vítima do cerco por parte de reis e exércitos previsto em Joel 3:2 e Apoc. 16:16, que trata do Armagedom. O próprio Yeshua falou que estes dias serão como "os dias de Noé", quando a vida seguia normal, com o povo comendo, bebendo, casando e dando-se em casamento. Não havia nenhuma tribulação naquele tempo. Shaul fala que será num tempo considerado de "Paz e Segurança".
"Pois que, quando disserem: Há paz e segurança, então, lhes sobrevirá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida; e de modo nenhum escaparão." 1 Ts 5:3
"E, como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do Homem." Mateus 24:37
E, como aconteceu nos dias de Noé, assim será também nos dias do Filho do Homem." Lucas 17:26
Portanto, somente para Israel haverá uma fase de tribulação neste tempo, enquanto que o resto do mundo, as demais nações, estarão habitando em paz. Não haverá, inclusive, uma suposta lei dominical para oprimir os guardadores do Shabat.
Esclarecemos ainda que a septuagésima semana de Daniel 9 se cumpriu nos dias finais de Yeshua (que com Sua morte tirou o sacrifício no meio da semana profética de sete anos) e que o anticristo já veio e se manifestou a partir da apostasia do IV século. Neste mesmo tempo, os 1260 anos, cumpriu-se a perseguição da Besta com seu sinal 666, contra os santos do Altíssimo. Estudiosos protestantes da época da Reforma, admitia ser ele, o papa de Roma, ou a sucessão papal.
Nos itens acima e baseado nas passagens citadas vemos que uma série de acontecimentos terão lugar nos dias da vinda de Yeshua e que o arrebatamento, na verdade, tem o único objetivo de juntar os escolhidos num ponto (no caso, nas nuvens, sobre Jerusalém) para o encontro com Yeshua e Seus anjos. Deste encontro, todos descem sobre o Monte das Oliveiras para assistirem a entronização do Messias em Jerusalém, no trono de Davi. Portanto, resumimos o arrebatamento como o ajuntamento para recepcionar o Mashiach e não para um traslado para o Céu. Somos nós que vamos a Seu encontro. Quando vamos até a rodoviária ou ao aeroporto nos encontrar com alguém, não o fazemos para seguir viagem com este, mas para trazê-lo até nossa casa.
É isto que vamos fazer ao sermos juntados com ele nas nuvens: vamos descer com Ele para o início de Seu reinado.
"E ele enviará os seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quais ajuntarão os seus escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus." Mateus 24:31
"Naquele dia, estarão os seus pés sobre o monte das Oliveiras, que está defronte de Jerusalém para o oriente..." Zacarias 14:4
"E, quando o Filho do Homem vier em sua glória, e todos os santos anjos, com ele, então, se assentará no trono da sua glória;" Mateus 25:31
"Este será grande e será chamado Filho do Altíssimo; e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai." Lucas 1:32
"Varões irmãos, seja-me lícito dizer-vos livremente acerca do patriarca Davi que ele morreu e foi sepultado, e entre nós está até hoje a sua sepultura. Sendo, pois, ele profeta e sabendo que Deus lhe havia prometido com juramento que do fruto de seus lombos, segundo a carne, levantaria o Cristo, para o assentar sobre o seu trono." Atos 2:29, 30
Em Jerusalém: "Alegrei-me quando me disseram: Vamos à Casa do SENHOR! Os nossos pés estão dentro das tuas portas, ó Jerusalém. Jerusalém está edificada como uma cidade bem sólida, aonde sobem as tribos, as tribos do SENHOR, como testemunho de Israel, para darem graças {ou louvores} ao nome do SENHOR, pois ali estão os tronos do juízo, os tronos da casa de Davi." Salmos 122:1-4
Por ocasião deste ajuntamento dos santos e separação dos ímpios, os anjos destruirão os maus e poucos homens restarão na Terra. Deus havia dito a Noé que não mais destruiria a todos o viventes como fez no dilúvio:
"E o SENHOR cheirou o suave cheiro e disse o SENHOR em seu coração: Não tornarei mais a amaldiçoar a terra por causa do homem, porque a imaginação do coração do homem é má desde a sua meninice; nem tornarei mais a ferir todo vivente, como fiz." (Gn 8:21)
"Assim será na consumação do século: sairão os anjos, e separarão os maus dentre os justos, e os lançarão na fornalha acesa; ali haverá choro e ranger de dentes." (Mt 13:50, 51).
Esta destruição será motivada pela consequencia da chamado Armagedom.
"Por isso, a maldição consome a terra, e os que habitam nela serão desolados; por isso, serão queimados os moradores da terra, e poucos homens restarão." Isaías 24:6
Concluindo, não coincidentemente, é neste tempo que as nações atuais devolvem o reino ao Seu legítimo dono, o Mashiach e este o período da plena restauração de todas as coisas, o reino milenar, rumo ao Novo Céu e a Nova Terra. "E tocou o sétimo anjo a trombeta, e houve no céu grandes vozes, que diziam: Os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre... E iraram-se as nações, e veio a tua ira, e o tempo dos mortos, para que sejam julgados, e o tempo de dares o galardão aos profetas, teus servos, e aos santos, e aos que temem o teu nome, a pequenos e a grandes, e o tempo de destruíres os que destroem a terra." Apocalipse 11:15, 18

Nenhum comentário:

Postar um comentário